5 jan, 2017 | Livros

A editora Darkside Books vem investindo cada vez mais em autores nacionais. Em novembro foi lançado “Ultra Carnem” do autor Cesar Bravo e, no mês de dezembro, o “Diário de uma Escrava” por Rô M e “Bom dia, Verônica” por Andrea Killmore.

Tão logo a DarkSide divulgou lançamento deste livro, fui correndo atrás de informações para saber sobre o que se tratava. Acabei descobrindo que a autora, Rô Mierling , é gaúcha e trouxe um tema que precisa ser abordado com urgência: a violência contra a mulher.

SINOPSE

No Brasil, todo ano, 250 mil pessoas desaparecem sem deixar vestígios. Desse total, 40 mil são menores de idade, dos quais um terço são meninas destinadas a fins sexuais. Muitas escapam ou são encontradas, contando histórias terríveis; outras nunca mais são vistas com vida. Laura foi raptada e jogada no fundo de um buraco por um completo desconhecido. Ela vê sua vida mudar, e passa a descrever com detalhes íntimos cada dia, cada ato, cada dor que o sequestro e o aprisionamento lhe fazem passar. Estevão é um homem casado e trabalhador, mas que guarda em seu íntimo uma personalidade psicopata. Ele percorre ruas e cidades se apossando da vida de meninas ainda muito jovens. Mergulhando fundo nessa fantasia, ele destrói vidas, famílias e sonhos, deixando atrás de si um rastro de dor e morte. Narrado em forma de diário, o livro acompanha os momentos mais cruciais da vida de Laura, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da sobrevivência. Publicado originalmente na plataforma digital Wattpad, onde já teve mais de um milhão e meio de leituras, Diário de uma Escrava apresenta um retrato duro, cruel, abominável, mas infelizmente mais comum do que se imagina, no Brasil e em todo o mundo. A obra de Rô Mierling é, acima de tudo, um alerta para todas as mulheres. Através dele, a autora denuncia os diversos tipos de violência que muitas mulheres são obrigadas a suportar em silêncio e nas sombras da sociedade. O livro conta a história de Laura, uma garota de 15 anos que tinha a família e namorado perfeito até que foi brutalmente sequestrada e presa em um buraco no chão de uma casa afastada da cidade. A cada capítulo, a personagem nos conta toda sua experiência, o seu dia a dia e traz relatos dos últimos QUATRO anos que foi escravizada sexualmente e torturada.

Detalhe no corte das folhas em degradê.

Laura narra para o leitor todos seus sonhos, descobertas, pensamentos e sua luta diária para conviver com seu agressor. Ao longo da história, vamos conhecendo cada dia mais a vida do OGRO, seu agressor, que possui uma vida normal com sua esposa, mas que esconde de todos seus desejos extremamente violentos.

Vamos descobrindo ao longo da trama que ela não foi a primeira e também não será a última a passar pelas mãos do Ogro.

Também acompanhamos a transformação de Laura que, depois de tanta humilhação e degradação, não consegue mais entender seus sentimentos e que está cada vez mais se afundando na escuridão.

“Por toda a eternidade, estaremos balançando lanternas na escuridão, chamando seu nome, nunca cansaremos de te procurar. Se conseguir escapar, volte para casa. Mas, se não conseguir, permaneça viva, estamos indo buscar você!” p. 103. 

Este definitivamente não é um livro alegre, a cada página lida é um soco no estômago. A obra de Rô Mierling nos faz pensar em como as pessoas são podres e até onde podem chegar para realizar seus desejos.  É um livro muito necessário para nos alertar dos perigos atuais, uma leitura pesada com cenas muito descritivas e que fará você refletir por muito tempo.

Diário de uma Escrava aborda diversos temas pesados como pedofilia, estupros, necrofilia, assassinatos, torturas e diversos outros assuntos. É um livro que choca muito a cada página  e você precisa ter estômago para conseguir concluir está leitura. Rô consegue nos transportar para perto da personagem, sentir sua dor e entender cada atitude tomada por Laura.

“Uma vez, li na escola que o ser humano é capaz de tudo para sobreviver e que o instinto de ficar vivo é o maior e mais forte instinto que existe, Mesmo que não tenhamos mais motivos e forças para continuarmos vivos, ainda assim lutamos pela nossa vida até o último minuto.” P.120

O final deste livro foi surpreendente para mim, confesso que fiquei em estado de choque por uns dez minutos e minha única vontade era chorar sem parar. Mas depois de pensar um pouco, acabei entendendo a dor e as escolhas que a personagem toma ao longo do livro.

A edição deste livro é definitivamente uma das mais lindas da minha estante, DarkSide Books novamente surpreendeu a todos com a perfeição deste livro.

Temos informações sobre os casos estudados pela autora, tudo detalhadamente para quem tiver mais curiosidade e quiser ler mais sobre o assunto.Quem já tinha ouvido falar deste livro? Se você já leu, me conta um pouco mais da sua experiência com este livro!

Para mais detalhes do livro é só acessar o site da DarkSide Books e acompanhar a autora no Facebook.

Espero que vocês tenham gostado e até a próxima! Beijos. ?

35 comentários | Curtir

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

For spam filtering purposes, please copy the number 6411 to the field below:

35 opinaram sobre “RESENHA | Diário de uma Escrava por Rô Mierling”

  1. Graziella

    | 5 de janeiro de 2017

    C A R A C A, primeiramente, que livro lindo! Jamais imaginei que tinha uma história tão pesada.
    É lindo ver escritores Brasileiros tendo esse espaço no mundo literario de uma forma tão boa, com uma beleza dessas. E essas histórias são pesadas mas só de pensar que acontecem isso em varios locais do mundo…Me sinto com vontade de chorar eternamente. Eu estou curiosa pra ler esse livro, apesar de saber que eu não aguentaria ler ele todo…
    Mas ótima resenha rafa, mesmo!
    Beijos!

    https://chocowhovian.blogspot.com.br/

    • Rafaela

      Rafaela

      | 5 de janeiro de 2017

      A capa engana bastante né? hahah
      Mas é um livro que acho de extrema importância as pessoas lerem, afinal este é um perigo corremos todos os dias :/
      Obrigada Grazi <3
      Beijos.

  2. Luana

    | 9 de janeiro de 2017

    Ainda não tinha ouvido falar deste livro, mas confesso que já irei colocar o mesmo na minha listinha de livros para ler esse ano!! Adorei o tema abordado na narrativa!!

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      Ele foi lançamento de dezembro de 2016, vale super a pena colocar na listinha!!

  3. Sammy

    | 9 de janeiro de 2017

    Ja havia ouvido falar desse livro, mas nunca parei pra ler a sinopse nem saber mais sobre o mesmo, mesmo tendo uma capa chamativa, mas pelo seu post deu uma certa curiosidade, ele me atraiu de alguma forma, parece ter um conteúdo bem forte

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      Acho que ainda vamos escutar falar bastante sobre esse livro, espero que as pessoas deem atenção e vejam como é um livro MUITO importante!

  4. Rebeca Cristal

    | 9 de janeiro de 2017

    Que livro lindo, amei a capa e sua resenha! Nunca tinha visto antes. <3

  5. Francine

    | 9 de janeiro de 2017

    To chocada, é triste saber que existem várias histórias assim. Me arrepiei com a sua resenha, muito boa! Nunca me imaginei lendo um livro do gênero, mas é um livro muito importante!

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      Eu também nunca tinha me imaginado lendo um livro destes, afinal querendo ou não são assuntos que não escutamos no dia a dia.
      Mas foi um livro muito importante para mim e que me fez ter vontade de saber mais sobre o assunto.

  6. Ana Beatriz Ferreira

    | 9 de janeiro de 2017

    Fiquei tensa só de ler sua resenha. Tinha visto a capa, mas não sabia a história.

  7. Naty

    | 9 de janeiro de 2017

    Que livro mais lindo! Estou interessada nele há um tempinho, ver seu post com essas fotos lindas me deixaram com ainda mais vontade de ter ele em mãos! <3

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      Sim, é lindo demais essa edição <3

  8. Larissa

    | 9 de janeiro de 2017

    Nossa que pesado o tema desse livro, só devia por um alerta de gatinho para estupro e pedofilia. Não sei se conseguiria ler o livro, apesar de saber que esse é um tema importante de se falar.

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      É pesado mesmo, mas acho importante para quiser se informar mais sobre o assunto!

  9. Bru

    | 9 de janeiro de 2017

    Olá Rafa! Pra começar, seu blog está lindo demais!!
    Você acaba de me ajudar em uma missão com contagem regressiva, me apresentando esse livro. rs
    Dia 21/01 vou fazer uma viagem de avião(minha primeira) por 11horas e eu to procurando livros que possam atrair minha atenção pra fugir do tédio/medo q vou sentir.
    Só pela descrição já fiquei chocada, vou sem dúvidas comprar ele.
    E posso te fazer uma indicação? Acabei de ler o “Jantar Secreto”, no inicio pode parecer um pouco bizarro, mas ele alerta também sobre os perigos de hj em dia e pelo que li aqui, tem a ver. Também tem cenas descritas fortes…
    Espero que goste e se tiver mais algum pra me indicar eu agradeço mt.
    desculpa o texto gigante rs

    Um beijão!

    http://www.bybruni.com.br

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      Eu li jantar secreto logo que lançou, sou apaixonada pela escrita do Raphael! Indico todos os livros deles que já li, Dias Perfeitos e Vilarejo são incríveis também!
      Esse livro te prende do começo ao fim, mas é bastante pesado… mais ainda que jantar secreto.
      Eu sempre indico todos da darkside porque são livros que me prendem toda minha atenção e gosto de praticamente todos os livros publicados da editora hahha
      Beijos e boa viagem <3

  10. Daniele Yui

    | 10 de janeiro de 2017

    Nossa, só de olhar a arte do livro já parece bem interessante. Meu marido que gosta de ler publicações da Darkhorse, e não sabia que ela estava publicando obras de brasileiros. Muito bom para nós. bjo!

    http://www.pandapixels.com.br

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      Começaram a publicar obras nacionais no final do ano e espero que venha muito mais lançamento nacional com a Darkside hahah <3
      Beijos.

  11. Dai Castro

    | 10 de janeiro de 2017

    Os temas abordados nesse livro me lembraram bastante de Bom Dia, Verônica! É uma daquelas leituras duras e brutais, achei que pela capa se trataria de algo mais leve, mas essas histórias precisam ser digeridas pouco a pouco, como você bem falou, a cada página recebemos um verdadeiro soco no estômago. Achei linda essa edição, o degradê de cores é sensacional! Beijos! 🙂
    Colorindo Nuvens

    • Rafaela

      Rafaela

      | 10 de janeiro de 2017

      Sim, finalizei Bom dia, Verônica no domingo e os dois livros abordam a violência contra a mulher, mas acho que Diário de uma Escrava é muito mais pesado e de revirar o estômago :/
      Vou trazer resenha em breve deste aqui para o blog <3
      A edição e capa enganam bastante né? hahah
      Beijos.

  12. Geovana

    | 10 de janeiro de 2017

    Uau. Eu estou em choque só por ter lido esta resenha e bem ansiosa para encontrá-lo em alguma livraria da minha cidade! E sem contar que, eu estou apaixonada pela capa e as cores. ♡ Ótimo post. Um grande beijo, e sucessos!

    • Rafaela

      Rafaela

      | 11 de janeiro de 2017

      Leia sim!
      Fico feliz que tenha gostado <3
      Beijos.

  13. Gislaine

    | 10 de janeiro de 2017

    Estou ansiosa por esse livro desde que foi anunciado pela DarkSide. Me arrepiei toda lendo sua resenha, fiquei com vontade de chorar só de imaginar. Ótimo post!

    Paraíso da Leitura

  14. Rebeca Stiago

    | 11 de janeiro de 2017

    Oi Rafa, tudo bem? Eu adoro quando o mercado literario nacional eh divulgado e tambem bem referenciado. Eu nao conhecia esse livro, acredita? Eu adoro temas assim, mesmo pesado acho que agregam a leitura com toda a realidade existente. Alguns livros, como o Diario de Anne Frank ou A Guerra de Clara (que tratam sobre o holocauto) sao pesados, mas leituras obrigatorias entende? Precisamos abordar esses temas, precisamos discutir sobre e precisamos estar mais alertas. Adorei a indicacao de leitura. Beijo

    • Rafaela

      Rafaela

      | 11 de janeiro de 2017

      Sim, eu super concordo! Precisamos discutir cada vez mais e estarmos sempre alerta dos perigos atuais.
      Esse livro foi lançamento de dezembro, ainda é bem recente!
      Beijos.

  15. Karoline Coimbra

    | 11 de janeiro de 2017

    Olá!!

    Estou doida para ler esse livro, pois a história parece prender muito o leitor e sem contar essa edição que a DarkSide fez que é maravilhosa. Fico imaginando essa lindeza na minha estante, aproposito todas as edições da DarkSide são lindas percebemos o cuidado e o capricho. Seu post esta lindíssimo adorei as fotos e a forma que escreve!!

    Beijos

  16. Jess

    | 11 de janeiro de 2017

    Nossa, que complexo. Não conhecia o livro, mas confesso que morri de vontade de ler. E que artes lindas ele tem. Beijos

  17. Flavia Bergamin

    | 11 de janeiro de 2017

    Eu quero MUITO ler esse livro ♥
    A premissa é interessante e, outro dia, vi um blogueiro fazendo uma crítica negativa. Preciso averiguar se é maravilhoso ou horrível haha
    Adorei a resenha ♥

    Seu blog é um amor <3

    • Rafaela

      Rafaela

      | 11 de janeiro de 2017

      Já vi algumas pessoas reclamando pela escrita da autora, mas eu não tive nenhum problema com isto.
      Leia sim e faz resenha também <3
      Obrigada 🙂 ♥
      Beijos.

  18. Gabriel Lopes

    | 11 de janeiro de 2017

    Primeiramente, parabéns pela editora Darkside Books por investir em autores nacionais. Segundo, o livro possui um tema super forte e parece ser interessante. É um tema que precisa ser discutido atualmente.
    Parabéns pela resenha e sucesso com o blog.

    • Rafaela

      Rafaela

      | 11 de janeiro de 2017

      Muito obrigada 🙂
      Sucesso para você também!

  19. Maiara

    | 21 de março de 2017

    Que resenha incrível, eu já tinha ouvido falar desse livros mas nunca cheguei a procurar sobre ele, mas sua resenha está tão bem feita que eu irei dar uma procurada, adoro seu blog… Beijooos

    • Rafaela

      Rafaela

      | 22 de março de 2017

      Ahh, fico feliz que tenha gostado <3
      Beijos.