Browsing Tag:

livro

Resenha: Outros jeitos de usar a boca por Rupi Kaur

Posted in Livros by

Outros jeitos de usar a boca foi um dos livros mais comentados de 2017 e não é para menos já que os poemas da autora, Rupi Kaur, conquistaram o coração de todos os leitores.

SINOPSE: Outros jeitos de usar a boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume.

Neste livro, a autora traz pequenos textos e poemas que abordam assuntos com temáticas femininas através do seu ponto de vista. O livro é dividido em quatro partes, sendo elas “A dor”, “O Amor”, “A Ruptura” e “A Cura”, ao longo dos capítulos a autora expõe seus medos e fraquezas. 

A linguagem é simples e fácil de entender, acho que este foi um dos motivos que acabou conquistando o público. Rupi consegue se conectar com o leitor e prendê-lo do inicio ao fim, deixando todos ansiosos para os próximos lançamentos da autora.

“fique firme enquanto dói

faça flores com a dor

você me ajudou

a fazer flores com a minha

então floresça de um jeito lindo perigoso

escandaloso floresça suave

do jeito que você preferir

apenas floresça.”

Nunca fui grande fã de livros de poesias e foi somente depois de “Outros jeitos de usar a boca” que meu mundo mudou totalmente, acabei indo atrás de novos autores e mais livros de poesia.

Cada verso escrito pela autora é um belo tapa na cara de todos, este é um livro que precisa ser lido por todos, que aborda assuntos importantes e emocionantes. “Outros jeitos de usar a boca” é um livro que indico para todos, principalmente para quem nunca teve nenhum contato com poesia.

Simplesmente leiam este livro e aproveitem cada página! ❤

Quem já leu esse livro, o que achou? Ah, e to aceitando indicações de livros de poesia, viu! 

 

11 de Janeiro de 2018
/

Resenha | Guerra do Velho de John Scalzi

Posted in Livros by

Guerra do Velho foi o primeiro livro de gênero ficção cientifica  que eu resolvi me aventurar, já estava a muito tempo querendo conhecer um pouco mais do gênero e foi somente com Guerra do Velho que a vontade despertou.

Logo na Contracapa do livros temos a seguinte frase: “No meu aniversário de 75 anos fiz duas coisas: visitei o túmulo da minha esposa, depois entrei para o exército.” Tem como não ficar muito curiosa com essa frase? ?alo

O personagem principal é John Perry que logo após seu aniversário de 75 anos decide se alistar nas Forças Coloniais de Defesa, uma instituição galáctica que luta pela segurança espacial e tem como objetivo conquistar recursos para os humanos colonizarem novos planetas.

“As pessoas se alistam porque não estão prontas para morrer e não querem envelhecer. Alistam-se porque a vida na Terra não é interessante depois de uma certa idade. Ou se alistam para ver um lugar novo antes de morrer. É por isso que me alistei, sabe? Não estou ingressando para lutar ou ser jovem de novo. Apenas quero ver como é estar em outro lugar.” – p. 36

Existe um porém, somente pessoas acima de 75 anos podem se alistar nesta guerra.  Segundo as FCD, somente a partir desta idade que os humanos chegam na “maturidade” e podem encarar estas guerras.  Afinal, os idosos já viveram o bastante, conhecem o significado da vida, tiveram filhos, netos e entendem o valor de fazer algo para outras pessoas sem desejar nada em troca.guerra-do-velhoMuitos idosos se alistam com a esperança de rejuvenescer, curar doenças, desvendar os mistérios e tecnologias por trás da FCD. O mais interessante é que ao longo da história somos apresentados a novas tecnologias que ajudam a melhorar o estado físico dos soldados, tudo graças a tecnologia super avançada dos Colonos.

 “É difícil enfiar este conceito na cabeça de alguém com 19 anos. Mas vocês são experientes. Neste universo, o que conta é a experiência.” – p. 169

guerra-do-velho-resenha

John Scalzi consegue trazer uma narração ágil e divertida com personagens incríveis. O mais incrível da criação dos personagens é  a inclusão que o autor conseguiu  trazer adicionando mulher e personagens gays em guerra sem precisar estereotipa-los.

Guerra do Velho foi meu primeiro contato com ficção cientifica e graças a esta história, já quero ler mais obras sobre o gênero. Ao longo da história você é levado para viver viagens estelares, conhecer novas tecnologias,se apegar aos personagens e dar muitas risadas. ?

Quem ai gosta de Ficção Cientifica? Me indiquem livros desse gênero, estou louca pra ler mais sobre esse tema ❤ Já leu Guerra do Velho? Me contem o que acharam.

Espero que tenham gostado e até a próxima! Beijos. ?

10 de setembro de 2016
/

Resenha: Psicose por Robert Bloch

Posted in Livros by

Aproveitando esta sexta-feira 13, resolvi trazer a resenha do livro que deu origem a um dos mais famosos filmes de suspense do cinema.
Psicose conta a história de Mary Crane, uma mulher que foge após roubar um dinheiro que deveria depositar em um banco. No meio do seu caminho, surge o Bates Motel, no qual ela resolve parar.
O proprietário do motel é Norman Bates, um homem atormentado por sua mãe controladora. A partir dai a história começa a se desenrolar com muito suspense e emoção.DSC04577  A inspiração para esta história foi o psicopata Edward Theodore Gein, conhecido na década de 50, por sua mente doentia e seus crimes. Ed Gein tinha uma lista longa de crimes cometidos, tais como: exumação de cadáveres de cemitérios locais, taxidermia e dentre outros casos bem absurdos.

Edward Gein foi considerado um culpado pela morte de duas pessoas e também suspeito no desaparecimento de mais cinco pessoas. Em sua casa, a policia encontrou seios sendo usados como seguradores de copos, crânios humanos, peles transformada em abajur e usada para estofar assentos de cadeiras.

DSC04581
  Robert Bloch, o autor deste clássico, se baseou na história deste psicopata para criar a mente de Norman Bates e atingiu a perfeição. No entanto, a estória do livro Psicose ficou mundialmente conhecida graças a Alfred Hitchcock, que transformou o thriller em filme, o lançando em 1960. O filme foi estrelado por Janet Leigh, Anthony Perkins, John Gavin e entre outros.
  Depois de ter lido e descoberto o livro de Bloch, Hitchcock comprou todas as 3 mil edições do livro para que ninguém tivesse acesso ao final da história e fosse uma surpresa para os espectadores. Diante da desaprovação da Paramount para a produção do filme, o cineasta arriscou-se, arcando com todos custos para filmá-lo.
  E não é que deu certo? Muito certo, tanto que hoje em dia é um clássico do cinema, lembrado por todos, até mesmo aqueles que não apreciam o gênero.DSC04588  O livro teve somente dois lançamentos no Brasil, nos anos de 1959 e 1964. Após 50 anos sem uma edição,a editora DarkSide Books trouxe duas edições ao mercado, possibilitando assim que as novas gerações pudessem ler a obra que originou o filme. Temos a versão brochura e a capa dura de edição limitada, esta última inclui um caderno especial com imagens do clássico de Hitchcock.
  Este livro tem uma escrita envolvente, o suspense te prende do começo ao fim! Psicose definitivamente é uma leitura obrigatória e para quem tem medo de terror, pode começar ler tranquilamente este livro, pois ele não é tão “assustador”.
ISBN:  9788566636154
Gênero: Triller / Terror
Páginas: 240

Posso dizer que este é um dos meus livros favoritos da vida, acabei lendo o livro em uma sentada e fiquei dias pensando sobre a história! <3 Quem já leu o livro ou já assistiu o filme?  Me contem o que vocês acham deste clássico..

Espero que tenham gostado e até a próxima! Beijos 🙂

13 de Maio de 2016
/