14 fev, 2017 | Livros

Bom dia, Verônica é um livro nacional da  Andrea Killmore, lançado em dezembro pela editora Darkside Books. A autora vive no anonimato, é um mistério tanto para os leitores quanto para a editora , que aliás fez o contato com ela através de advogados.

SINOPSE

Em “Bom dia, Verônica”, acompanhamos a secretária da polícia Verônica Torres, que, na mesma semana, presencia de forma chocante o suicídio de uma jovem e recebe uma ligação anônima de uma mulher desesperada clamando por sua vida. Com sua habilidade e sua determinação, ela vê a oportunidade que sempre quis para mostrar sua competência investigativa e decide mergulhar sozinha nos dois casos. No entanto, essas investigações teoricamente simples se tornam verdadeiros redemoinhos e colocam Verônica diante do lado mais sombrio do homem, em que um mundo perverso e irreal precisa ser confrontado.

Andrea Killmore compõe thrillers como os grandes mestres, e sua experiência de vida confere uma autenticidade que poucas vezes encontramos em suspenses policiais, vibrante e cruel — como a realidade.

O livro conta a história de Verônica Torres, uma mulher de 38 anos, que trabalha como secretária do delegado Wilson Carvana na DHPP em São Paulo. Verô possui uma vida simples, sempre se equilibrando entre a vida profissional e a familiar.

Certo dia, ela vê Marta Campos, uma mulher triste e com uma forte infecção nos lábios saindo da sala do delegado Carvana. Verônica tenta se aproximar da moça, mas não tem muito tempo para ajudá-la, já que a moça acaba se jogando da janela do 11º andar no DHPP.

“Era o primeiro dia do fim da minha vida. Claro que eu não sabia disso quando abri os olhos pela manhã e vi que estava atrasada.” p. 11.

Verônica fica bastante abalada e decide investigar o que aconteceu com Marta. Alguns dias depois, Verô recebe uma ligação não identificada de uma mulher falando que seu marido mata mulheres e que pensa ser a próxima vitima.

Dois casos caem sobre o colo de Verônica, o de Marta e também o de Janete! A partir disto iremos acompanhar de perto o desenvolvimento dos casos e conhecer cada vez mais as personagens.

“Agora entende a diferença: é melhor matar um culpado a matar uma inocente. Já que a morte a acompanha de todo jeito, só tinha que decidir com quem preferia sujar as mãos.” p. 199.

A autora conseguiu criar uma personagem muito humana, Verônica é corajosa, mas bastante irresponsável. Vive cometendo diversos erros, mas em nenhum  momento desiste dos seus casos.

A história traz dois casos bastante cruéis, fazendo a leitura ficar bastante pesada em algumas partes.  Bom dia, Verônica irá tratar de assuntos que precisam ser falados como a violência contra a mulher. Temos cenas de tortura física e psicológica, assassinatos, rituais, necrofilia, rapto de mulheres e golpes.

“O ser humano é podre e egoísta, prefere o problema que já conhece a enfrentar o desconhecido com honra.” p. 191.

Este não é um livro para ser lido em uma sentada só, a leitura traz sensação de agonia e bastante desconforto. Uma história tensa, pesada e que deve ser lida aos poucos.A edição deste livro está maravilhosa como todos os livros da Darkside Books. O destaque fica para as últimas paginas do livro que se parecem com jornais onde ficamos sabendo mais sobre o que aconteceu no final. 😱

Bom dia, Verônica é um romance policial que aborda assuntos muito importantes e que precisam ser mais falados no dia a dia!

Quem já tinha ouvido falar deste livro? Se você já leu, me conta um pouco mais da sua experiência com este livro! Para mais detalhes do livro é só acessar o site da DarkSide Books.

Espero que tenham gostado e até a próxima! Beijos. 😘

 

24 comentários
11 jan, 2017 | Nerdices

E finalmente o melhor mês do ano chegou…na minha opinião, claro! ❤? No dia 18 de janeiro é meu aniversário e ainda é meio surreal pensar que vou fazer 21 anos, nunca imaginei que tudo passaria tão rápido assim ?

Não sou a pessoa mais difícil de dar presentes porque se eu ganhar batom ou livro já ganhei o ano ?? Mas esse ano fiz uma wishlist com alguns itens que tenho desejado a bastante tempo.1 – Jane Austen – Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito, Persuasão: Nunca li nada da autora e sempre tive muita curiosidade de conhecer as obras. Sem contar que esta edição da editora Martin Claret é LINDA DEMAIS e vem com três histórias! ❤?

2  Precisamos falar sobre O Kevin: Já ouvi muitas pessoas falarem maravilhas e sempre recomendarem esse livro. Este livro já está na minha wishlist há um bom tempo por motivos de: quero nessa capa maravilhosa e não tá sendo fácil em achar ?

3- Os MiseráveisUm clássico que só ouvi maravilhas mas nunca li ☹ Sempre tive muita vontade de ler esse livro mas sempre ficava com o pé atrás por culpa da 1500 páginas.  Quero colocar este livro como meta de leitura o mais rápido possível e vencer esse calhamaço ???

4- Clarice Lispector – Todos os ContosDesde que vi essa edição na livraria fiquei encantada! ? Conheço muito pouco das obras da Clarice e sempre tive curiosidade de ler mais sobre a autora. São mais de 80 contos dentro deste livro maravilhoso e acho que está no topo da minha lista de desejos literária ?

5- Melissa Satchel + The Cambridge Satchel Co: Sou doida por Melissas e fiquei apaixonada demais por essa bolsa. Confesso que sou apaixonada por todas as cores e se pudesse teria uma de cada! ??

6 – Melissa Aranha 79/16Nunca gostei do modelo aranha até que a marca relançou está coisa mais maravilhosa da vida! Eu já tenho o modelo dourado e virou minha sandália favorita de todos os dias ? Tô doida pela aranha na cor Bronze.

7- Copo de Unicórnio com glitter: Não preciso falar que esse copo é mais minha cara impossível! Juntou unicórnio e glitter, como não amar? ❤

8- Diamond Crushers: Nunca desejei tanto um item de maquiagem como esse!!! Meu único pedido de 2017 é para Lime Crime voltar a entregar no Brasil, por favorzinho ???

9- Iluminadores Hippo e Monster: Sou doida por iluminadores e desde que testei o iluminador Over the Moon da Colour Pop já quero todos os outros da coleção. Especialmente esses dois com o fundo rosado maravilhoso ?❤

10 – Melissa Be Preta: A melissa Be é lançamento da nova coleção e já é considerada minha melissa mais confortável da vida.  Tenho este modelo na cor branca e é literalmente o tênis mais confortável e prático que já tive, se pudesse teria esse modelo em todas as cores ??

Gostaram da minha wishlist? Qual foi seu item favorito? Me conta qual é seu item de desejo do momento? Deixa aqui nos comentários ❤?

Espero que tenham gostado e até a próxima! Beijos. ?

48 comentários
5 jan, 2017 | Livros

A editora Darkside Books vem investindo cada vez mais em autores nacionais. Em novembro foi lançado “Ultra Carnem” do autor Cesar Bravo e, no mês de dezembro, o “Diário de uma Escrava” por Rô M e “Bom dia, Verônica” por Andrea Killmore.

Tão logo a DarkSide divulgou lançamento deste livro, fui correndo atrás de informações para saber sobre o que se tratava. Acabei descobrindo que a autora, Rô Mierling , é gaúcha e trouxe um tema que precisa ser abordado com urgência: a violência contra a mulher.

SINOPSE

No Brasil, todo ano, 250 mil pessoas desaparecem sem deixar vestígios. Desse total, 40 mil são menores de idade, dos quais um terço são meninas destinadas a fins sexuais. Muitas escapam ou são encontradas, contando histórias terríveis; outras nunca mais são vistas com vida. Laura foi raptada e jogada no fundo de um buraco por um completo desconhecido. Ela vê sua vida mudar, e passa a descrever com detalhes íntimos cada dia, cada ato, cada dor que o sequestro e o aprisionamento lhe fazem passar. Estevão é um homem casado e trabalhador, mas que guarda em seu íntimo uma personalidade psicopata. Ele percorre ruas e cidades se apossando da vida de meninas ainda muito jovens. Mergulhando fundo nessa fantasia, ele destrói vidas, famílias e sonhos, deixando atrás de si um rastro de dor e morte. Narrado em forma de diário, o livro acompanha os momentos mais cruciais da vida de Laura, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da sobrevivência. Publicado originalmente na plataforma digital Wattpad, onde já teve mais de um milhão e meio de leituras, Diário de uma Escrava apresenta um retrato duro, cruel, abominável, mas infelizmente mais comum do que se imagina, no Brasil e em todo o mundo. A obra de Rô Mierling é, acima de tudo, um alerta para todas as mulheres. Através dele, a autora denuncia os diversos tipos de violência que muitas mulheres são obrigadas a suportar em silêncio e nas sombras da sociedade. O livro conta a história de Laura, uma garota de 15 anos que tinha a família e namorado perfeito até que foi brutalmente sequestrada e presa em um buraco no chão de uma casa afastada da cidade. A cada capítulo, a personagem nos conta toda sua experiência, o seu dia a dia e traz relatos dos últimos QUATRO anos que foi escravizada sexualmente e torturada.

Detalhe no corte das folhas em degradê.

Laura narra para o leitor todos seus sonhos, descobertas, pensamentos e sua luta diária para conviver com seu agressor. Ao longo da história, vamos conhecendo cada dia mais a vida do OGRO, seu agressor, que possui uma vida normal com sua esposa, mas que esconde de todos seus desejos extremamente violentos.

Vamos descobrindo ao longo da trama que ela não foi a primeira e também não será a última a passar pelas mãos do Ogro.

Também acompanhamos a transformação de Laura que, depois de tanta humilhação e degradação, não consegue mais entender seus sentimentos e que está cada vez mais se afundando na escuridão.

“Por toda a eternidade, estaremos balançando lanternas na escuridão, chamando seu nome, nunca cansaremos de te procurar. Se conseguir escapar, volte para casa. Mas, se não conseguir, permaneça viva, estamos indo buscar você!” p. 103. 

Este definitivamente não é um livro alegre, a cada página lida é um soco no estômago. A obra de Rô Mierling nos faz pensar em como as pessoas são podres e até onde podem chegar para realizar seus desejos.  É um livro muito necessário para nos alertar dos perigos atuais, uma leitura pesada com cenas muito descritivas e que fará você refletir por muito tempo.

Diário de uma Escrava aborda diversos temas pesados como pedofilia, estupros, necrofilia, assassinatos, torturas e diversos outros assuntos. É um livro que choca muito a cada página  e você precisa ter estômago para conseguir concluir está leitura. Rô consegue nos transportar para perto da personagem, sentir sua dor e entender cada atitude tomada por Laura.

“Uma vez, li na escola que o ser humano é capaz de tudo para sobreviver e que o instinto de ficar vivo é o maior e mais forte instinto que existe, Mesmo que não tenhamos mais motivos e forças para continuarmos vivos, ainda assim lutamos pela nossa vida até o último minuto.” P.120

O final deste livro foi surpreendente para mim, confesso que fiquei em estado de choque por uns dez minutos e minha única vontade era chorar sem parar. Mas depois de pensar um pouco, acabei entendendo a dor e as escolhas que a personagem toma ao longo do livro.

A edição deste livro é definitivamente uma das mais lindas da minha estante, DarkSide Books novamente surpreendeu a todos com a perfeição deste livro.

Temos informações sobre os casos estudados pela autora, tudo detalhadamente para quem tiver mais curiosidade e quiser ler mais sobre o assunto.Quem já tinha ouvido falar deste livro? Se você já leu, me conta um pouco mais da sua experiência com este livro!

Para mais detalhes do livro é só acessar o site da DarkSide Books e acompanhar a autora no Facebook.

Espero que vocês tenham gostado e até a próxima! Beijos. ?

35 comentários
26 out, 2016 | Livros

Continuando na semana do Halloween nada melhor que trazer resenha de um livro da DarkSide Books né? ? Desta vez, vim falar de Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos reais.

Este livro tem o conteúdo bem parecido com o livro Anatomia do Mal,  onde você irá encontrar diversos casos de assassinatos, canibalismo, suicido e diversas outras formas utilizadas por Serial Killers! Só que diferente de Anatomia do Mal que foca em diversos casos, Social Killers traz casos que começaram a partir da internet e em algumas exceções nos jornais.capa-doispost-2Além de relatar os piores crimes cometidos por serial killers, o livro serve como um alerta as pessoas que compartilham tudo sobre suas vidas em redes sociais ou acabam se envolvendo com totais desconhecidos.

O grande problema da internet é que nunca sabemos exatamente quem é a pessoa que estará do outro lado da tela.post-4

No livro, encontramos diversos casos de pessoas fingindo serem outras para seduzir e caçar suas vítimas, criminosos que criam anúncios para atrair as vítimas, psicopatas que utilizam a internet para expor seus casos e entre outros.

Durante a leitura, me choquei com diversos casos mas acho que os que mais me impactaram foi Thomas Montgomery – “Um estranho Triângulo Amoroso”, Lacey Spears – “Meu anjinho está no hospital pela 23º vez”, John Edward Robinson – “ O primeiro Serial killer da Internet” e diversos outros crimes inacreditáveis! ?post-6

É uma leitura que flui rápido, apesar de todos as informações e detalhes sobre cada caso. Cada crime tem no máximo 6 páginas onde colocam todas as informações, pena do acusado ou se for um crime muito atual, colocam como está o desenvolvimento do caso.

A Darkside traz mais uma edição maravilhosa com a capa metalizada, detalhes impressionantes e destaque para cada começo de capitulo onde temos os QR codes que te levam diretamente para uma página com conteúdo exclusivo de cada caso.post-5

Esta leitura é necessária para todos com informações e dicas úteis de como se proteger na internet! Social Killers é um livro PROIBIDO para menores de 18 anos por conta do seu conteúdo extremamente violento. ?

Indico para todos que se interessem por este assunto, é um livro bem mais “leve” se comparado ao Serial Killers – Anatomia do mal!

Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima! Beijos. ?

32 comentários
11 out, 2016 | Livros

Este livro é ideal para quem gosta e tem curiosidade sobre o assunto, afinal é um dossiê completo e muito detalhado de cada pedaço deste mundo sombrio destes assassinos em série. ?

Se você sempre teve curiosidade em saber tudo o que se passa na mente de serial killer, este é o livro ideal! Todas as suas perguntas serão esclarecidas e você irá conhecer novos métodos, assim como casos nunca comentados na mídia. Soma-se a isso, conhecer detalhadamente a história dos maiores psicopatas do mundo, entender como a “figura serial killer” é apresentada  na cultura pop a partir de filmes,séries, livros e até mesmo nas músicas.serialkillerresenha-1

Confesso que demorei quase um ano para ler esse livro…Não por ser uma leitura ruim e arrastada, pelo contrário é um livro super rápido e MUITO interessante. Porém, depois de ler umas 50 páginas direto, você começa a ficar com o estomago embrulhado e pensando “Meu Deus, como existe gente capaz disto no mundo?”.

O livro é basicamente uma enciclopédia sobre o assunto,  então você irá encontrar tudo que quer saber e sem segredos, os crimes são bem detalhados, tal qual os métodos utilizados por cada assassino. Por isso, a leitura acaba ficando um pouco pesada.serialkillerresenha-2serialkillerresenha-3

Serial Killers – Anatomia do mal faz parte do selo Crime Scene da DarkSide Books. A editora consegue trazer uma edição incrível, capa dura e toque aveludado na capa <3 Além das ilustrações, gráficos e fotos que são apresentados ao longo do livro.

“Serial Killers têm uma consciência morta. Não têm moral, nem escrúpulos, nem consciência. – Richard Ramírez” – p.27serialkillerresenha-4Vale lembrar que o livro não é recomendado para menores de 18 anos e se você possui estômago fraco, pode ser uma leitura bem desagradável! ? Anatomia do mal é um livro específicos para estudantes ou para quem realmente gosta desta temática.

Quem já leu este livro ou algum outro livro do selo Crime Scene? Se tiverem algum livro nesta temática me indicar, pode deixar aqui nos comentários ?

Espero que tenham gostado e até a próxima! Beijos ?

38 comentários